PROFISSÃO: ENFERMEIRA, COM MUITO ORGULHO!

Confesso! Não escolhi a enfermagem. Foi ela quem me escolheu.

Num grande hospital que trabalhei, recebi na Unidade de Cuidados Semi-Intensivos uma paciente vítima de trauma cervical - tetraplégica. Não movia nada além de seu pescoço. Ouvi do médico:  "ela não vai sair do respirador". Realmente seu quadro não era um dos melhores.

Como sempre eu já chegava brincando na enfermaria (existem aqueles que condenam essa postura) e começamos a conversar. Ela me conta de sua tristeza e chora. E pedi a ela: "Não desista de sair daqui, lute junto comigo. Me ajude a não deixar que isso aconteça". O tempo foi passando. Ela havia feito do hospital o seu mundo.

Quando conseguiu ficar mais de uma semana sem o respirador resolvi dar um "tratamento de choque", pois eu percebia que seu quadro arrastava devido ao medo de sair dali.

Peguei uma cadeira de rodas específica pra pacientes tetraplégicos. Coloquei-a na cadeira e disse: "Vamos passear". Ela não entendeu nada e a princípio se recusou, mas insisti. Sua família se assustou. Meus funcionários ficaram estarrecidos. Minha chefia me repreendeu. Mas eu sabia o que eu estava fazendo e que podia ser feito. Nos dirigimos à portaria do hospital. E o que vi: em seu rosto um largo sorriso nos lábios, olhar surpreso e alegria como eu nunca havia visto nela antes.

Fomos até a rua. Sol, árvores, ônibus, buzinas, gente passando com pressa, banca de revistas. Ela parecia estar diante de um parque de diversões, afinal já fazia meses que estava naquela cama.

De volta a enfermaria, ela chorou. Pensei: "exagerei na dose". Conversamos e por fim ela me disse: "Agora mais do que nunca eu quero sair daqui!" Dito e feito. Pouco tempo depois veio o grande dia.  Alta hospitalar. Ela se foi pra retomar sua vida, pra se adaptar à sua nova condição. Na saída: ouvi palavras doces e gratidão.

Nunca senti tanto orgulho em ser ENFERMEIRA como naquele dia! Não há salário que pague isso! E ainda digo mais, transgredir protocolos de vez enquando faz bem.



- Postado por: Jacque às 23h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




NOVAMENTE SOBRE A EMIGRAÇÃO

Sei que esse assunto já está ficando "batido", mas mesmo assim ainda me choco quando vejo o noticiário aqui de BH.

Hoje aterrisaram no Aeroporto Internacional de Confins 2 boings trazendo emigrantes ilegais presos nos EUA. Todos partiram em busca de seus sonhos de ganhar a vida por lá, de fazerem seu pé-de-meia para dar tranqüilidade e segurança para os seus, e trouxeram apenas decepção, algumas humilhações e dias amargos que tiveram na tão terrível travessia.


Vejam a história de Severino Lúcio (extraída da reportagem exibida no Portal UAI):

"Tudo que Severino Lúcio Pereira Filho, de 36 anos, queria quando largou o emprego, a mulher e os dois filhos pequenos para trabalhar nos Estados Unidos era voltar com dólares e comprar uma casa e um carro. Um mês depois de sair de Poços de Caldas, no Sul de Minas, ele volta com a roupa do corpo e sem nenhum tostão na carteira. O sonho de Severino se transformou em seu pior pesadelo, assim que o mineiro pisou em Houston, cidade americana do Texas. Severino e outros 300 brasileiros cometeram o mesmo crime: entraram clandestinamente nos EUA e, por isso, foram presos e serão deportados nesta terça-feira."

 

"A família de Severino não vai poder percorrer os 460 quilômetros que separam o aeroporto de Confins de Poços de Caldas, para receber o ex-funcionário de uma mineradora que largou tudo em busca de dólares. Ele embarcou graças ao cunhado, que há 18 anos vive nos EUA, e se comprometeu a pagar US$ 8 mil ao agenciador, assim que Severino chegasse são e salvo na América. “Meu marido ficou assustado com a prisão. Conheceu pessoas que estão presas há mais de um ano, esperando o preço da fiança reduzir. Espero que desista dessa idéia e tente reconstruir a vida aqui mesmo”, desabafa Rosemara Pereira, lamentando que dificilmente seu marido vai conseguir recuperar o emprego, que lhe garantia R$ 300 por mês."

 

 “Mesmo comendo o pão que o Diabo amassou fora de casa, predomina o ideal romântico de que a vida fora do Brasil pode ser melhor”. 


De quem é a culpa? Do nosso Governo com nossas políticas mal estruturadas e corrompidas? Da novela América que produz situações irreais de facilidades que não existem como: uma imigrante ilegal conseguindo escapar do presídio embaixo de um caminhão e pouco tempo depois vai a um cassino e fatura U$ 10.000,00 e ainda consegue comprar um casamento? De quem já foi e, por sorte, conseguiu se dar bem? 



- Postado por: Jacque às 23h37
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________




SAUDADES

E em Julho vocês estiveram aqui! Mas logo depois foram embora deixando um aperto grande no meu coração e a certeza que está tudo bem.

Fiquei tranqüila.

Uma filhinha muito linda e danadinha, que nos seus dois anos e meio consegue conciliar o tão difícil português com o inglês, e ainda cria o seu próprio idioma! É como te disse a Fanny, o "laurês". E que personalidade! Não sei a quem foi sair! (risos!)

Um marido pra lá de 10 e um pai pra lá de 1000! Compreensível, paciente, sensível, melhor do que bilhete de loteria premiado!

E aqueles medos de 8 anos atrás já não existem mais.

O que resta hoje não tem nada que faça apagar: a saudades; porém existem coisas que dão pra amenizar: fotos, blogs, e-mails e telefonemas. É o perto-longe.

Não vou dizer mais nada. Pela foto dá pra ver a minha alegria!

 

        

Ingrid, Laurinha e Jacque.

Dezenove anos de amizade e que venham mais dezenove e outros dezenove!

Beijos milis à família Rogovin!      



- Postado por: Jacque às 11h19
[ ] [ envie esta mensagem ]

______________________________________________





Meu perfil
BRASIL, Mulher, Música, Viagens, Cinema, Vídeo,Natureza,Escrever e Ler!


Mineira

Belo Horizonte

Profissão: Enfermeira Intensivista

Livro de cabeceira: A irmandade do Santo Sudário

Satisfação: minha profissão

CURRENT MOON
moon phases

Contra a corrupção,   Participe dessa caminhada!

Histórico:

- 21/08/2005 a 27/08/2005
- 14/08/2005 a 20/08/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 24/07/2005 a 30/07/2005
- 17/07/2005 a 23/07/2005



Outros sites:

- A pergunta que não quer calar!
- Casal Mikix
- Cibele
- Cinemeira com Olívia Joules
- Club das perguntas
- Consulta Sentimental
- e-indignação
- Mi casa, su casa
- Mineirinha n'Alemanha
- Mônica
- Sheila
- Taxitramas
- Temos que ter fé!
- Trocando figurinhas



Indique esse Blog


Contador:

eXTReMe Tracker

Layout por